Blog Coletivo

Blog coletivo - Para colaborar com este blog, veja a página "Como participar".

Amigo seguidor, faça parte da lista "Amigos Lado a Lado nesta Terra". Veja como em "Como participar".

Pesquisas - Nossa primeira pesquisa é sobre o Pau-Brasil. Veja na página Pesquisas e caminhe de mãos dadas com a Terra.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O que fazer com os pneus usados?

Texto e imagens publicados no site E esse tal Meio Ambiente?, em 25/08/2010.

O que fazer com os pneus usados?
A transformação dos pneus para a forma que conhecemos começou a acontecer no ano de 1843, após Charles Goodyear – isso mesmo Goodyear, ter patenteado o processo de vulcanização da borracha, o que a torna mais estável e resistente a mudanças de temperaturas. Em 1846, Robert William Thomson criou a bolsa de ar que daria mais estabilidade e conforto aos carros modernos. A última grande mudança na estrutura dos pneus aconteceu em 1946, quando a Michelin desenvolveu o primeiro pneu radial.
Desde sua invenção até hoje, o uso dos pneus aumentou consideravelmente. Só no Brasil, em 2008, foram produzidos cerca de 61,5 milhões de unidades. Há uma estimativa de que aproximadamente 100 milhões de pneus velhos estão espalhados em aterros, terrenos baldios e rios.

Mas, o que fazer com os pneus usados?
Existem algumas iniciativas que viabilizam a reciclagem de pneus usados, um exemplo é a Reciclanip, que é uma iniciativa das fabricantes de pneus Bridgestone Firestone, Goodyear, Michelin e Pirelli. Desde 2007, quando o programa começou, até 2009, aproximadamente 140 milhões de pneus de automóveis foram recolhidos.
Outra iniciativa é a utilização de pneus usados na fabricação de concreto ecológico. Para fabricação do concreto é acrescentado 30% de pedaços de pneus na massa, o que garante menor custo. Pneus também têm sido reaproveitados na fabricação de sandálias, a marca Gook, pioneira neste processo, já reciclou mais de 1 milhão de pneus, além disso a empresa tem um programa de reciclagem de sandálias usadas.

5 curiosidades sobre os Pneus
1- Os pneus têm data de validade. Ela é de cinco anos a partir da data de fabricação, que é informada por um número de três algarismos na lateral do pneu, perto da palavra DOT. Ele indica a semana nos dois primeiros algarismos e o ano de fabricação no último.
2- A maioria dos pneus não é feita com borracha natural, que vem da seringueira. Ele é quase que inteiramente produzido a partir do petróleo. O pneu de um carro de passeio leva em sua produção cerca de 25 litros de petróleo.
3- Pneus agrícolas em geral usam água em seu interior. Como os tratores costumam rodar sobre terra fofa, eles precisam ter o maior peso possível para conseguir a aderência necessária. E a água é o material mais barato do mercado para dar lastro aos pneus.
4- O pneu de um avião pode ser recauchutado 11 vezes e é calibrado com nitrogênio, para que sua pressão interna não se altere tanto com as variações de temperatura a que é submetido. Não é para menos, afinal um pneu desses pode ser submetido a -60 °C durante o voo e, na aterrissagem, pode alcançar 100 °C.
5- Um pneu demora cerca de 600 anos para se decompor.

Pessoal, estou bastante ocupado com trabalho e pesquisas,
tive que me afastar um pouco das atividades com blogs,
mas deixo aqui este sinal de vida. Obrigado! 

2 comentários:

Luísa N. disse...

Bom dia Altair! Essa matéria chegou na hora! Precisamos mesmo nos preocupar com o destino dos pneus usados.
Vi em uma feira de artesanato um conjunto de sala - mesinha, sofá e poltronas, lindo, lindo, feito com pneus usados. Voltei um outro dia para fotografar e pegar algumas informações, mas o pessoal não estava mais lá. Estou de olho... Quando aparecerem novamente coloco as fotos em nosso blog.
Um grande abraço, amigo!

HELENA BERNARDES disse...

Parabéns por este artigo!

Existem hoje, vários eco-pontos, para a coleta dos pneus usados, com Certificação Ambiental, mas, o destino final deles ainda é preocupante.
Sou responsável ambiental de uma grande concessionária de veículos em Goiás, e tenho observado em minhas andanças, que muitas empresas ainda não sabem dar um destino final à eles. Continuam ainda jogando pneus velhos em nossos rios e a céu aberto.

Luísa, vou te enviar a FOTO!

Abraços eco-planetários!

Related Posts with Thumbnails